segunda-feira, 16 de julho de 2018

... repentes!!!...

... maus conselhos,
precipitações repentinas,
vontades alheias,
tamanhas, 
sem sentido, 
ambições desmedidas,
perturbações mentais,
atitudes tão feias,

etilizados 
ou sem juízo,
defeitos impróprios,
causando prejuízo,
danos irreparáveis,
lamentáveis,
lamentáveis...

males do MUNDO,
caracteres doentios,
certos gentios,

pendente de doentes, 
males profundos, 
hereditários,
aguentas, 
quando os sentes,
fadários,

certo espaço,
ao sabor dum louco,
dum ser, 
tão pouco,
idiota chapado,

locais diversos,
dispersos,
inimagináveis,
tão detestáveis,

má formação,
tradição, 
costumança,
recuada lembrança,

um repente, 
minha gente,
irracionalidade que causa agravo,
dando na ferradura, 
no cravo,
mal que perdura,

maleita que se dimensiona,
quase se futura,
sem cura,
sem cura...

quando dão a cara,
mostram intenções,
falam por falar,
arrastam milhões e milhões, 
ascendem ao que não para,

PODER, 
pelo PODER,
vida de mordomia,
benesse, fantasia,
a rodos,
com o que é de todos,

quanta satisfação,
sorriso,
um ter de ser,
promessa que se não concretiza,
afazeres, 
sem retribuição,

perdem-se ilusões,
mais dura se torna,
inferniza,
de qualquer, a própria vida...

quando deparo,
reparo,
não paro,
escrevo como quero,
mui sincero,
nem juiz,
nem julgado,
apontando
o que nos cabe, 
nos coube,

influência, 
imensa trave,
trovão gigantesco,
simiesco,
respeitando ancestro,
que mal nos soube,

escolha dúbia, 
sorriso de menino,
teima, 
como hino,
canção q´arrasta,
destrói, mata,
permanente dúvida,
apoia quem o faz,
numa indiferença total,
tanto faz...

brincando aos DEUSES na TERRA,
fazendo GUERRA sobre guerra,
não ligando ao que se desterra,
ao destroçado, 
esfacelado, 
morto,
corpo sobre corpo,
destroço,

ruína do q´existia,
nos parecia,
local d´encanto, 
harmonia,

ribombar constante,
donos e senhores
d´armamento incomensurável,
detestável,
quão poderoso,
quão asqueroso,

endemoninhado,
alma perdida,
consciência esquecida,
obliterado,
vazio,
nem pio do inocente,
perante tal gente,
tão, 
tão diferente,

sorriso assacanado,
ingénuo perpétuo,
périplo de mil tropelias,
viagem alucinante,
objectivo preciso, 
pouco, 
nenhum juízo
patriota, por inteiro,
quão louco,

meu POVO, 
primeiro, 
estória mal contada, 
mentira que s´atira,
nem pio,
promessa desgarrada,
cantiga, 
desafio,

tão mal cantada,
desdita
improvisada...

menos soez, 
menos degradante, 
habilidade
ganha por prática acumulada,
bom estratega, 
mesmo defeito, 
dando-lhe o jeito,

nesta, 
naquela, 
noutra refrega,
mortandade,
inverdade,
posteridade...

refazer a HISTÓRIA, 
deitar abaixo
bonecos levantados, 
exaltações,
hossanas cantados,
aclamações,

despropósitos,
inebriamentos 
repelentes
atitudes,
grandiloquentes,
repentes... Sherpas!!!...


sexta-feira, 29 de junho de 2018

... o alambique!!!...

... como se tratara d´imenso alambique,
retorta complexa, 
alongada,
anexa ou... desconexa,
aquecimento excessivo, 
irracional,
artefacto letal,

fogueira portentosa,
espaço sideral,
fornalha interior,
ocasional,
bem perto, 
casa nossa, 
diversidade,
quão triste humanidade...

perante amorfo, 
permissivo,
matéria diversa, 
produtos vários,
cores, 
hábitos distintos,
ingénuos mas...
retintos,

noutro quadrante, 
determinado,
processo desajustado,
menos possante,
vitimizado...

local cobiçado,
mais enriquecido,
interioridade profunda,
à superfície,
quando em demasia,
inunda 
adegas com tonéis enormes,
destilarias diversas,
dimensionadas 
nos quereres,
haveres alheios, 

outros seres...
provoca horrores,
provoca fomes...
confusão endemoninhada,
labiríntica situação,
aversão de quem potencia,
desconsidera quem está
viticultor inexperiente, 
inconsciente,

quando s´evidencia,
malfeitoria,
imposição,
causando dano... 
grande aversão...

desatento a fogo que causa,
quanta 
e quanta gente,
matéria, 
como  acha pr´á fogueira,
não bastando chama exterior,
provocando matança, 
miséria,

quanta dor,

provocando aquecimento inadequado,
no interior,
sem escape,
como panela de pressão,
desmedida fusão,
disparate...
sólidos artefactos mortais,
considerando como arte,
bombeando em qualquer parte,
destruindo, retirando,
matando,

como alambique colossal,
fusão que se demasia,
vaporização que s´evidencia,
logo se liquefaz, 
condensando,
altamente etílica,
inebriante, divina vontade,
enormidade,

apontando
DEUSES e SANTOS,
calcando matéria incomensurável
d´ignotos, ignaros,
não conspícuos, grandes avaros,
como seus mentores,
donos e senhores 
desgastante mortandade,
esquecendo leis e tábuas,
muito acima,
quantas mágoas...

confusão que gera,
um pouco, 
por toda a TERRA,
quão aterrador, quão louco,
confrontos que produzem chispas,
barulhos ensurdecedores,
ribombares, 
quase naturais,
dimensionados, estertores,
ingénuo viticultor,
alquimista de fraco intelecto,
provocador,

atmosfera que circundeia,
pressões que s´afrontam,
libertação que s´enovela,
retorta, como saída,
escape vultuoso, cíclico,
acumulativo,
fornalha exterior,
aquecimento excessivo,

fogueiras esparsas, 
cataclismos repetidos,
cientista de pouca ciência,
incompreensão de quem mostra caminho,
sombrio destino,

grandiloquente resultado,
incompreensão
da razão, sem razão,
viticultor abastardado,
egocêntrico no alambique
q´aperfeiçoa,
quando rebenta, quando soa,
quando destrói, quando mata,
não perdoa...

retorta que s´alonga
por todos os cantos do MUNDO,
escape, 
voracidade d´anaconda,
efeito d´estufa, panela de pressão,
alambique em floresta escusa,
lei seca, grande negócio,
ganância em profusão,

PODER q´ofusca, 
inebria,
destruindo qualquer harmonia,
espalhando horrores, medos, 
peçonha,
quanto nos custa,
disfarçando seus segredos, 

tecnologia mal conduzida,
física, química, matemática,
pretextos desconcertados,
“modus” de vida, 
sua prática,
tendo aliado, cliente, sócio,
em terra estranha,
tanto mata, 
como engana!!!... Sherpas!!!...

terça-feira, 20 de março de 2018

... anónimus!!!

... quanta casualidade,
numa caminhada, um encontro,
pura verdade,
observação que faço,
pretexto,
conversa com desconhecido,

gosto d´abordar  anónimos,
ocasiões,
desenrolar que se desfia,
paragem do que fazia,
gastar sola de sapatos,
troca d´impressões,
partilha que nos desafia,
conhecimentos vastos,
abertos os espaços,

aprendizagem,
na hora,
pouca vontade d´ir embora,
satisfação,
troca de saberes,
surpresa que  fascina,
quanto s´aprende,
quanto s´ensina,

amistoso,
sorriso nos rosto,
de aspecto vulgar,
anónimo de cultura vasta,
boa posição passada,
aposentado,
como eu...
aconteceu,

encontrei-o,
mais tarde,
pontos de vista,
à beirinha do Tejo,
há muito tempo
que o não vejo,

sou de fácil acesso,
meto o “bedelho” no MUNDO d´alheios,
abordo,
faço conversa,
quando m´interessa,
por vezes,
grata surpresa,

apreciação mútua
quando encontro,
maneira de ser,
minha permuta,
intromissão,
respeito
por qualquer irmão,
qualidade
ou defeito,

não faço distinção,
raça, etnia, origem,
linguagem estranha,
mais conhecida,
gestual,
por se acaso,
adoro comunicar,
geografia diversa,
ávido por conversa,

troca acesa d´argumentos,
em pleno CENTRO POMPIDOU,
doces momentos,
licenciado jovem argelino,
naturalizado francês,
era uma vez,

ali ao lado,
numa mesa sentado,
quanto dialogámos,
muito antes d´instabilidade social,
irracionalidade global,
aconteceu,
dizes tu,
digo eu...

há pouco,
há poucochinho,
valente pancada d´água que caía,
mesmo à saída,
impedimento,
logo após compras feitas
em supermercado,
aguardando,
especado,

corpulento, 
fumando,
cabelo em desvario,
vestimenta incerta,
palavra que s´aventa,
resposta em borbotão,
assuntos vários,
enciclopédia viva que surpreende,
chuva cai,
aperta,
prende,

resguardados,
olhando,
vamos conversando,
anónimo tão versátil,
experiente,
à porta da zona comercial,
verbo fluente,
fácil,
aperto de mão,
gratidão,
naquele sítio,
local,

longa avenida,
cidade que s´aprecia,
primeira vez,
ainda não conhecia,
realidade inabitual,
era uma vez,
loucura por trapos,
abarrotamento,
grande oferta,
ilusão,
delícia para olhos ávidos,
mãos experientes,
armazéns mágicos,

senhoras em delírio,
entrada ao desafio,
espera à porta,
usança antiga,
sentado num banco,
junto a idoso,
inglês educado, mesmo estado,
esperando,
não importa,

cumprimentando,
linguarejar tímido,
conhecimento escasso,
palavras soltas,
alguns gestos,
mais embalado,
em borbotão,
troca mútua,
apresentação,

reformado da marinha mercante,
residente em DÔVER,
pai de professora,
como eu,
simpatia
que desafia,
poliglota que s´anuncia,
admirado comigo próprio,
bom bocado,

convite informal,
no regresso,
travessia do CANAL...
não concretizado,

outros encontros,
outros assuntos,
situações diversas,
conversas,
conversas...

paragens incertas,
ocasiões... anónimos,
países europeus,
pedacito d´África,
ilhas encantadoras,
pessoa faladora...

cafés,
centros comerciais,
barriga ao balcão,
como gosto,
compras,
alimentação,
movimentação entre produtos,
carnes, peixes, frutos,
surgem trivialidades,
tiradas, verdades,

“ anónimus “
alguma aversão
pela situação...
“ ânimus “
d´alma que clama,
momentânea chama,
ocasião,
não desgosto... Sherpas!!!...




segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

... em verdade... vos digo!!!...

... bem,
agora é altura
de colocar as pintas nos “ is “
como quem diz,
clarificar o q´está obscuro,
direi antes, enlameado,
porque esquecido,
arrecadado,
dar a quem pouco tem,

... cantiga mole,
carne ruim,
bem dura,
deixemos de meias tintas,
arremedos,
puras fintas,
ósculos, abraços,
sorrisos hipócritas,
com fartura,

... recados,
esquecimentos,
situações,
maus momentos,
fazendo pagar quem destruiu,
nunca tal coisa se viu,
meu PAÍS,
mais que querido,

... democracia ineficaz,
poderes que s´enfrentam,
inclinação descarada,
comunicação encomendada,
objectivo tão tenebroso,
elevar o que dá nada,
castigando
quem sempre cumpriu,

... alguns restos,
bem caros,
crianças, sobras, raros,
impunidade de todo o tamanho,
velharia descarada,
não esquecida,
condecorada,

... imunidade q´assombra,
casos, roubos,
dádivas,
quando se busca s´encontra,
governança que se governou,
conhecida,
bem situada,
não,
não foi água passada,

... ao abrigo
duma cegueira completa,
não lembra,
não acerta,
balança desequilibrada,
justiça
que se não faz,

... charco pantanoso,
águas superficiais,
sujas,
repelentes,
não falando das mais fundas,
odoríferas
pelo mau cheiro que tresanda,
não são pérolas,
nem diamantes,
punhado d´extravagantes,
nódoas tremendas,
imundas,

... ouro que se foi
num repente,
dinheiro em sítio incerto,
tão longe,
tão perto,
noutras terras,

... porque te calas,
porque esperas,
haja divulgação,
como GOVERNO,
obrigação,
reforma o q´está torto,
reverte o que foi roubado,
mal vendido,
quase dado,
ao que se chamava
privatização,

... grande reforma do ESTADO,
acabar com mordomias,
com luxo,
carros de topo,
viagens continuadas,
excelsos,
grandes valias,

... assessores,
acumulações,
ror de conforto,
de milhões,
estar d´acordo com o que somos,
POVO humilde,
borregada informe,
desempregada ou com fome,
continuando
como sempre fomos,

... humilhação produzida,
por agremiação que se diz cristã,
partido rico,
feito vergonhoso,
mente pouco sã,
mentindo, com descaro,
roubando,
como modo de vida,

... deslumbrado com o PODER,
ganância de todo o tamanho,
contra regras,
contra DEUS,
fazendo mais pelos seus,

... esquecendo todos os preceitos,
com salvação prometida
numa reles confissão,
merecedor de todo o perdão,
porque errare humanus est,
quando pareces o que não és,

... não sejas como os fariseus,
mais fácil um camelo
passar pelo fundo duma agulha,
do que um RICO,
no REINO dos CÉUS,

... não sejas camelo,
ENORMIDADE,
pensa, intui, analisa,
interioriza,

... fé,
sem feito concreto,
hipocrisia disfarçada,
ao invés,
da cabeça para os pés,
contrário,
inverdade como pulha,
adonando do alheio,
é indecente,
é abjecto,

... por dinheiros,
mais ou menos milhão,
não tem nada de CRISTÃO,
já o dizia
o FILHO de DEUS,
feito HOMEM,

... com verdade,
e em verdade... vos digo,
meu irmão... meu AMIGO!!!...  Sherpas!!!...


quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

... oh... ANA!!!...

... quantos avisos...
aconselhamentos,
interesse pelo bem-estar das pessoas,
não custa nada,
cada um dá os que quer,
certos momentos,
antevisão,
muito mais,
quando se trata da televisão,

... como entende,
como bem quer,
à falta de melhor,
notícias das boas,
esclarecimento capaz,
informação,
acontecimento climatérico,
previsão,

... consequência má no futuro,
fenómeno que faz pensar,
sobre quem somos,
que se pode dar,
formiguinhas ao sabor,
poucas valências,
nulas defesas,
escasso valor,

... perante o que se prediz,
como quem diz,
experts, estudiosos,
inteligências
em determinado assunto,
como acontece
em tanta parte do MUNDO,

... catástrofe por ventos fortes,
chuvas intensas,
tremor,
indefesos,
quantos receios
do que se deveria considerar natural,

nossa sorte,
nossa morte,
partida desta vida que nos gosta,
como se conhece,
desgosta,

causa pavor,

com antecedência,
bastante,
insistem os meios de comunicação,
indicando o dia,
a hora precisa,
avisa que avisa,

... bolas...
um homem não é de pau,
ambiente carregado,
perante o q´apelidam de mau,

... de sobreaviso,
pé atrás,
saio de casa,
cumpro o ritual das compras,
antes que aconteça,
arrumo o carrito no parque,
lugar seguro,
creio,

... regresso ao doce lar,
aguardando,
pensando no instante,
quando se der,
vento bastante,
chuva a potes,
inundações,
como calhar...

... sempre é melhor
estar debaixo de telha,
quando acontecer o pior,
penso com os meus botões,

... dia que passa,
de janela em janela,
espreito,
acautelado,
este o meu jeito
sério e calado,

observo, 
não comento,

... interioridade que reservo,
para não enervar ninguém,
tudo normal,
sem defeito,
débil brisa,
na rua,
pouca gente,
céu escurecido,
calma aparente,

... na sua vidinha,
vizinhança ia e vinha,
no interior de casa,
de janela em janela,
ia e vinha,
observando,
atentamente...

... reviranço das condições atmosféricas,
segundo previsão,
sons tenebrosos,
feéricos,
águas abundantes,
calamidade maior,
de normal... para pior...

... jornada quase acabada,
lá mais pr´á madrugada,
diziam o avisado,
sabedor destas coisas,
informação q´aconselha,

quando dá de barato,

... não custa nada, atira
e torna a atirar...
extenuado,
pela vigília,
fui-me deitar,

... habituado,
deitar cedo,
cedo erguer,
já sob o efeito da pastilha,
calmante que me ajuda a conciliar o sono,

... levantei-me,
compus algo desarrumado,
na casa, em mim,
preparei a primeira refeição,
fiz assim,

... eis... senão,
quando me lembrei da ANA,
num ápice corro a persiana,
esquadrinho os arredores,
frente, traseira do prédio,
no parque,
com plátanos frondosos,
quantidade imensa de folhas
pelo chão,
alguma ventania
se sentia,

... descampado traseiro,
não notei diferença alguma,
murmurei,
encolhi os ombros,
pensei...

... afinal
dizem mais do que devem,
amedrontam,
apenas,
criam factos,
notícias
que fervem,
em vão,

... enquanto o dia ia clareando,
as formas se colocavam no devido lugar,
perto de casa,
no meu lar,
na rua, no parque,
nas árvores, nos arbustos,
recentes ou vetustos,
me apercebi,
quando vi,

... duas árvores de grande porte,
eucaliptos,
ramos grossos,
cerceados pelo tronco,
espanto, assombro,

... mais tarde,
quando retomei o meu percurso,
por aqui, por ali,
quanto desperfeito vi,
placas metálicas dobradas,
ror de arvoredo,
varões que se renderam,

... oh... ANA,
que confusão provocaste,
afinal,
quando por aqui passaste,
deixaste sinal,

... quanta razão
tinham os meios de comunicação,
débil resistência,
na ocasião,
sem mortes,
varões e placas metálicas,
troncos grossos, bem fortes,

... aviso, consequência,
 tempestade ou furacão... Sherpas!!!... 


domingo, 3 de dezembro de 2017

... ser consciente de...

... ser consciente de...
sentir aversão pelo errado,
fiel cumpridor das regras,
MONTE SINAI, pai ABHRAÃO,
decálogo entregue a MOISÉS,
início duma gesta,
religião,
derivação,
povo eleito, dente por dente,
sem coração, 
não sente...

... livro esquisito,
escritura SANTA,
mortandade de tanta gente...

... não entendo,
dissipação,
outros ramos,
interpretação,
OMNIPOTENTE,

dom da VIDA... do PERDÃO...

... acredito que estou vivo,
acredito no que vejo,
vim dos que me antecederam,
procriação,
lhes devo minha existência,
busquei respostas,
reli o que estava escrito,
cabeças pensantes,
de muito,
muito antes...

... continuei perguntando,
versões diferentes,
acontecimentos,
gregários,
conhecimentos,
cada cabeça, bilhões delas,
convencimentos,
sua sentença,
dom que me deram,
bem ou mal, tenho a minha,
deduzo,


confuso...

... não crente,
racional,
não julgo...não aceito,
continuo perguntando,
busco respostas...

... época maravilhosa,
esta,
que nos permite averiguar TUDO,
gravadas estão,
estórias diversas,
livros antigos,


rastos do passado,
grande feito... factos...

... bolinha que aguenta,
por vezes se rebela,
não inventa,
queda com marcas,
que se mantêm,
são... ou não arrasadas,
condição...

... recomeços,
invenções,
progressos que retrocedem,
experimentações,
dúvidas muitas,
excessos,
trilhos errados,
emendas,
guerras tremendas...

... aberrações contínuas,
humanus complicados,
travão destravado,
crenças, enganos, recados,
duma semente,
prazer momentâneo,
fizeram-me ser,
fizeram-me gente...

... cabeça que busca,
resposta que não encontra,
pergunta que faço,
ainda não tenho,
sigo perguntando,
rejeitando...

... quanto templo impressionante,
quanta estatuária imponente,
quanto feito mal contado,
quanto cronista dependente,
regra, 
tratado congeminado,
quanto passado ignorante...

... quanto prepotente desalmado,
quanto recalque, 
perseguição,
quanto sacrifício de gente boa,
ascensão banhada em sangue,
quanto poderio acumulado,
quanto compêndio arrecadado...

... busca incessante do curioso,
base do que se vai repetindo,
mantendo, 
quando se escreve,
versão similar, mentira ou loa,
mais burilada, aclamada, verve...

... não evolui, encarcera,
espírito livre, consciente,
servindo os que sempre serve,
sociedade anquilosada,


do passado... amarrada...

... tempo de reescrever a “ HISTÓRIA 
sem preconceito,
assumindo,
começar tudo de novo,
de qualquer forma ou jeito,
ser capaz, não fingindo,
varrer factos escabrosos,
apagar casos, esforços...

... emendar, ser feliz,
ajudar menos valido,
chorar mortos, perseguidos,
elevar entristecidos,
reconstruir o destruído...

... viver em PAZ, como amigo,
rejeitar triste memória,
utilizar a consciência,
dar valor ao apagado,
cruelmente assassinado...

... devolver o destruído,
abater pedregulho,
honraria,
boneco de pedra ou bronze,
acabar com o fingimento,
abrir mão do que foi roubado,
enorme ferida,
bocado...

... não repetir o que foi escrito,
cronista falso,
vendido,
plagiar, mal maior,
repetição não serve ninguém,
não se dá aquilo
que se não tem...

... ser criativo, novíssimo ser,
seja cá,
seja onde for,
tempo futuro, projecção,
podem acreditar,
podem CRER...
melhor dar,

do que receber...

... passo atrás,
desevolução,
disputa, guerra, destruição,
todos iguais,
nem melhor, nem pior,
irmão com irmão,
fazei com que o MUNDO seja lar,
aprazível, harmonioso,
longe do DIABO calamitoso...

... da arma que se aponta,
da bomba que se rebenta,
do canalha, do prepotente,
fabricante de tanto indigente,
ganância desmedida,
mentira, inveja, pretensão,
respeito pela vida,
consciente, de coração...

... esquecer violentos,
violência,
quanta e quanta valência,
quanta e quanta cabeça,
não há mal que se não vença...

... artefactos aberrantes,
tanto agora, como antes,
convencionais, nucleares,
simples objecto cortante,
pedra que se arremessa,
punho cerrado que desfere,
quase promessa,
outros procederes, 

outros ares...

... ódio, zanga, raiva absurda,
religião que ostenta,
hipocrisia, ladainha que corrói,
também mata,
também mói...

... sucata que se recicla,
transforma,
como hábito, como norma,
rejeição,
lixeira imensa,
armamento que causa morte,
cabeça de quem sofre,
de quem pensa,
consciente, invicta...

... elevar o miserável,
o pobre,
equilibrar a sociedade,
dar futuro ao FUTURO,
vento promissor,
verdade absoluta,
transparência,
certa pressa, muita urgência...

... antes que acabe,
se torne insuportável,
planeta tão nobre
que tudo dá,
nada pede,
se revolta, quando aquece,
cataclismo, furacão, tsunami,
logo após grande tremor
grande receio,
pavor!!!...  Sherpas!!!...